Força Para Viver Espiritualidade

A vida, na verdade, não é fácil. A família, o trabalho, o futuro e até as coisas mais simples e bonitas da vida, perdem a sua cor e alegria quando nos faltam as forças para lutar e vencer. Através desta viagem pela Bíblia, em 29 lições, será conduzido, através de citações e questões, a respostas sobre a fiabilidade da Palavra, a natureza de Deus, o que acontece após a morte e o plano da salvação. Tenha uma vida com sentido e encontre força para viver!

Lições

Um Segredo Financeiro

A Bíblia apresenta princípios financeiros eternos que fazem sentido.

Uma coisa é certa quanto à economia ? ela é incerta. Existem períodos em que ?a confiança do consumidor? está em alta. Os governos apresentam relatórios brilhantes sobre a redução da dívida nacional. As taxas de juro estão baixas e o desemprego é reduzido. O outro lado da moeda é que o nosso déficit comercial é enorme. A Bolsa é extremamente instável e a economia mundial está tremida.

Norman Cousins, editor da Saturday Review , fez uma declaração muito arguta há 40 anos. Era então verdade, mas é-o ainda mais hoje: ?Nós estamos tão ocupados a crescer e a aumentar o tamanho e os enfeites do nosso reino pessoal que raramente pensamos que nenhuma época na História teve tantas escoras soltas sob ela como a nossa.? Estamos tão ocupados a comprar que falhámos em compreender que existem alguns parafusos morais soltos na nossa sociedade. Os fundamentos estão a estalar. É bem possível que tenhamos estado a investir o nosso dinheiro nos locais errados.

A Bíblia apresenta princípios financeiros eternos que fazem sentido. Ela revela segredos financeiros que a maior parte do mundo não conhece. Encoraja-nos a reavaliarmos as nossas prioridades ? viver em função dos valores eternos.

A Palavra de Deus conduz-nos a fazermos investimentos que darão lucros a longo prazo.

Textos Bíblicos para Estudo

Salmos 50:10-12 Ageu 2:8 Salmos 24:1-2 Isaías 43:1 I Pedro 1:18 I Coríntios 4:2 Lucas 16:10 Deuteronómio 8:17-18 Malaquias 3:8-10 Levítico 27:30 Levítico 27:32 Provérbios 3:9-10 Génesis 28:20 Génesis 28:22 Mateus 23:23 Deuteronómio 16:17 I Coríntios 16:2 II Coríntios 8:12 II Coríntios 9:7 Lucas 21:1-4 Provérbios 11:24-25

Complemento ao Estudo

  • Quando o nosso Senhor criou este mundo, Ele confiou-o a Adão e deu-lhe o domínio sobre toda a Criação (Génesis 1:26). Na Queda, Adão perdeu o seu direito de domínio. Lúcifer, o anjo caído, usurpou o domínio e reclamou para si o senhorio da Terra. Os escritores bíblicos referem-se frequentemente a Lúcifer como ?o príncipe deste mundo? ou ?o príncipe das potestades do ar? (João 12:31; 14:30; Efésios 2:2). A vida de Cristo, sem pecado, e a Sua morte substituta pagaram plenamente o resgate pelo nosso pecado. Na Cruz, o destino de Satanás foi selado, e foi pago o penhor por este Planeta (Efésios 1:14; I Coríntios 6:19 e 20; João 12:31 e 32). Deus é o verdadeiro dono deste Planeta, tanto pela Criação, como pela Redenção. Tudo o que temos é um dom da Sua graça. Somos mordomos dos bens que nos são confiados por Deus.

  • Embora todo o nosso dinheiro pertença a Deus, o dízimo é sagrado. É o reconhecimento da propriedade de Deus. Revela que cremos realmente que Ele possui tudo o que temos.

  • Jesus falou do dízimo, dizendo: ?Deveis, porém, fazer estas coisas?, mas condenou os fariseus por negligenciarem a misericórdia, a justiça e a compaixão. O dízimo é sagrado. É posto de parte para permitir que se alcance o objectivo de Deus de espalhar a mensagem do Evangelho até aos confins da Terra. Para além disso, a congregação local, bem como a Igreja em geral, tem despesas que não são suportadas pelo dízimo.

  • Deus prometeu preencher as necessidades de todos os que são fiéis em devolver o Seu dízimo e as Suas ofertas. Em Filipenses 4:19 temos uma promessa eterna: ?O meu Deus, segundo as suas riquezas, suprirá todas as vossas necessidades em glória, por Cristo Jesus.? A todos os que são mordomos fiéis, Deus dá a segurança de preencher as suas necessidades. As necessidades dos filhos de Deus já estão subscritas pelo banco do Céu. Jesus afirmou: ?Não andeis, pois, inquietos, dizendo: que comeremos, ou que beberemos, ou com que nos vestiremos? ... Mas, buscai primeiro o reino de Deus e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas? (Mateus 6:31-33).

O Meu Compromisso Pessoal

Pela Sua graça eu serei fiel, devolvendo o Seu dízimo e dando ofertas na medida em que Ele me faz prosperar.