Força Para Viver Espiritualidade

A vida, na verdade, não é fácil. A família, o trabalho, o futuro e até as coisas mais simples e bonitas da vida, perdem a sua cor e alegria quando nos faltam as forças para lutar e vencer. Através desta viagem pela Bíblia, em 29 lições, será conduzido, através de citações e questões, a respostas sobre a fiabilidade da Palavra, a natureza de Deus, o que acontece após a morte e o plano da salvação. Tenha uma vida com sentido e encontre força para viver!

Lições

Um Deus bom! Um Mundo Mau! Porquê?

Deus deixou as Suas impressões digitais por todo o mundo.

Deus deixou as Suas impressões digitais por todo o mundo. O esplendor fascinante de um pôr-do-Sol, a majestade dos picos montanhosos cobertos de neve, a glória de uma noite estrelada, a beleza do desabrochar de um botão de rosa e o riso despreocupado das crianças a brincar, tudo nos fala de um Deus de amor que Se deleita em fazer feliz o Seu povo.

Outras impressões digitais evidenciam que alguém anda furtivamente pelo nosso Planeta. O nosso mundo encontra-se repleto de problemas ? um mundo consumido pela guerra, fome e pobreza; um mundo que agoniza com doenças, epidemias e sofrimento.

Elevando-se deste Planeta conturbado como um incenso de destruição, surge a persistente pergunta: Porquê? Porquê a guerra, o sofrimento, a dor e a morte?

Será que Deus não Se importa? Seremos nós apenas um grão de poeira esquecido no extremo de uma galáxia sem importância? Um mundo que não tem importância?! Seremos também pessoas sem qualquer importância? Se Deus é um Deus de amor, por que razão existe tanto sofrimento no nosso mundo? Por que motivo as pessoas que se esforçam por ser boas e justas, sofrem juntamente com os desonestos e injustos e, por vezes, ainda mais?

A Bíblia afasta a cortina acerca de um dos maiores dramas da vida e permite que olhemos para os bastidores do grande conflito entre o bem e o mal. A lição de hoje fornece-nos uma resposta clara sobre quem é o responsável pelo sofrimento deste mundo. Também veremos a solução definitiva que Deus tem para o problema do sofrimento das pessoas inocentes.

Textos Bíblicos para Estudo

Jeremias 31:3 I João 4:8 Mateus 13:24-28 Mateus 13:39 I João 3:8 Lucas 10:18 Ezequiel 28:12-15 Isaías 14:12-14 Apocalipse 12:7-9 Romanos 5:12 Lucas 4:5-6 João 3:16 I Pedro 1:18-19 I Coríntios 10:13 Isaías 41:13 Ezequiel 28:16-19 II Pedro 3:7 II Pedro 3:10-13

Complemento ao Estudo

  • O amor é a essência da natureza de Deus. Ele deseja apenas o que é melhor para nós. Todas as Suas acções para connosco são de amor. Elas têm como objectivo produzir felicidade duradoura. Deus nunca faria algo que não fosse, em última instância, para o nosso supremo bem, pois, para Deus, actuar de algum outro modo que não de modo amoroso, seria actuar contrariamente à Sua própria natureza.

  • Deus criou Lúcifer, um anjo belo e glorioso. Ele era perfeito nos seus caminhos. Deus conferiu a este anjo magnificente a capacidade de decisão. Remover a capacidade de decidir é remover a capacidade de amar. O amor genuíno não é forçado ou coagido. Desponta do amor divino. Destruir a capacidade de amar é negar a oportunidade de ser totalmente feliz e completamente livre. Dado que Deus anseia que todas as Suas criaturas sejam totalmente felizes e livres, Ele deu-lhes a capacidade de decidir e escolher.

  • Lúcifer significa ?portador de luz?. Deus criou um belo anjo, portador de luz, o qual fez uso da sua posição e da sua liberdade para desafiar a autoridade de Deus. Ele queria o poder de Deus, não o Seu carácter amoroso. Lúcifer desafiadoramente declarou: ?Eu subirei ao céu, eu exaltarei o meu trono; ... Eu subirei acima das mais altas nuvens, eu serei semelhante ao Altíssimo? (Isaías 14:12-14). Notemos, Lúcifer usa o pronome ?Eu? quatro vezes. O orgulho desenvolveu-se gradualmente no seu coração. Lúcifer acabou por acreditar que Deus era arbitrário, desonesto e injusto. Ele concluiu que poderia dirigir o Governo celestial melhor do que Deus.

  • Cada anjo no Céu escolheu o seu caminho: o da lealdade ou o da rebelião. O mesmo acontece com cada ser humano: Cada um deve decidir o seu próprio caminho. Existem apenas dois caminhos: o caminho da lealdade a Deus e o caminho da rebelião contra Deus.

  • O pai da família humana, Adão, com a sua desobediência deliberada, abriu uma porta que Deus desejava que permanecesse fechada para sempre. A sua decisão consciente de desobedecer separou-o de Deus e teve como consequência a própria morte. O nosso mundo não foi criado para ser a habitação de Satanás. Ele foi criado perfeito (Génesis 1:31). Através do pecado, o domínio de Adão foi usurpado por Satanás. Mas nós não devemos colocar toda a responsabilidade do pecado sobre os nossos primeiros pais. O apóstolo Paulo escreve: ?Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus? (Romanos 3:23). É verdade que todos nós somos pecadores por nascimento. Herdámos a natureza pecaminosa de Adão, mas também somos pecadores por decisão pessoal. Através da nossa desobediência, participamos igualmente no pecado dos nossos primeiros pais.

O Meu Compromisso Pessoal

Aceito Jesus como meu Salvador e entrego-Lhe a minha vida. Decido permanecer ao Seu lado, aceitar o Seu Amor e aguardar ansiosamente o Seu regresso, quando um novo mundo, sem morte, sem dor e sem sofrimento nascer finalmente.